Powered by beta.joggle.com
Últimos assuntos
» Ruínas
Qua Mar 25, 2009 9:22 pm por Sissi

» Presença no fórum
Qua Mar 25, 2009 1:38 pm por Ms. Jane

» Residências
Ter Mar 24, 2009 7:07 pm por Jupiter

» Parque de diversões
Dom Mar 08, 2009 3:51 pm por Mirael

» The Twisted Trees
Sex Mar 06, 2009 7:02 pm por Tyrone

» Casa de chá da Mrs. Askey
Qua Fev 25, 2009 12:12 am por Tyrone

» Sobre os monstros deste RPG
Sex Jan 23, 2009 3:48 pm por João de Deus

» Laboratório
Sab Jan 10, 2009 11:26 pm por João de Deus

» A Floresta Negra
Sab Jan 10, 2009 5:52 am por João de Deus

A mansão de Ashford, na Irlanda, é mal-assombrada. Pelo menos é o que dizem.

 

Faz 15 anos que está desocupada, desde que o último herdeiro faleceu.

 

Por falta de outros sucessores, o bem passa ao domínio público, devendo ser administrado pela "prefeitura". O Poder Público tentou usar o imóvel como chamariz para sua política de turismo, pois a tal mansão é o mais perfeito exemplar de arquitetura da Irlanda Normanda e pertenceu ao último Lorde Abade antes da instauração do anglicanismo por Henrique VIII, quando clérigos recebiam títulos de nobreza da coroa britânica e o poder religioso se confundia com o poderio político. Portanto, a mansão é ponto de atração especialmente para os farejadores de coisas podres, que ficam encantados de visitar uma prova dessa magnitude de que os abades da época tinham lá suas mulheres, amantes, filhos, e criavam verdadeiras dinastias, pedindo a canonização de sua descendência e assim por diante.

 

Maffeo Barberini, inclusive, se tornou Papa em consideração ao tataravô, o abade dono da mansão, uma deferência especial do Vaticano pelos altos repasses financeiros que garantiram ao insigne prelado muitas indulgências, vagas no céu e, o mais importante, nas cátedras do Vaticano.

 

E assim a mansão dava lucro, até que começaram a ocorrer poltergeists que afastaram os turistas. No ano passado, a mansão foi definitivamente fechada, e mesmo assim alguns vândalos tentaram invadir, sofrendo mortes de horror inenarrável, com apenas um sobrevivente, este agora internado em um hospício.

 

O novo prefeito que assumiu este ano (2009), Richard Thomas Bourke, mandou chamar um médium famoso no Brasil, João de Deus, para montar uma equipe de paranormais capazes de estudar o fenômeno e erradicar os poltergeists e outros tipos de assombração.

 

João de Deus está agora em Ashford, procurando recrutar mais gente para se unir à equipe. Ele irá precisar de pré-cognitivos, pós-cognitivos, telepatas, clarividentes, bilocadores de consciência, psicocinésicos, psithetas e outros parapsicólogos, bem como carregadores, cozinheiros, motoristas, cinegrafistas, técnicos e engenheiros de som - para fazer as gravações dos famosos EVP's (Electronic Voice Phenomena) - e outras pessoas para assumir funções adicionais na equipe.

 

João de Deus precisa explicar para todos que talvez não haja volta, pois a mansão emana muita energia negativa e ele chegou a ver o Omulu sentado em uma janela do prédio. Alguns pensam que vão agüentar o tranco, mas é necessário colocar todos sob teste, até para ninguém entrar nessa enganado.

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 20 em Dom Jan 25, 2009 5:37 am